phpMyAdmin

phpMyAdmin 4.0.9

Interface amigável para gerenciar o MySQL pelo navegador

O phpMyAdmin é um administrador de banco de dados com uma interface bastante amigável. Você utiliza o próprio navegador para fazer tudo. Cria e remove bases de dados e tabelas, insere, remove e edita campos, executa códigos SQL e manipula campos-chave. Ler descrição completa

PRÓS

  • Interface amigável
  • Suporte a temas
  • Totalmente em português

CONTRAS

  • Exige conhecimentos de SQL

Excelente
9

O phpMyAdmin é um administrador de banco de dados com uma interface bastante amigável. Você utiliza o próprio navegador para fazer tudo. Cria e remove bases de dados e tabelas, insere, remove e edita campos, executa códigos SQL e manipula campos-chave.

Criar uma página na internet está cada dia mais fácil. Dezenas de programas e portais web disponibilizam serviços gratuitos para desenvolver sites sem necessidade de tocar numa única linha de código. A dificuldade aparece no momento de gerenciar um conteúdo dinâmico. E para isso o phpMyAdmin é perfeito.

Facilitar a administração do MySQL pela internet caracteriza a função do phpMyAdmin. O programa está desenvolvido em linguagem PHP como a maioria das páginas que dispõem de um gerenciador de conteúdos. A integração entre os sistemas é total.

Apesar do fator visual não ser determinante nesse tipo de programa, o phpMyAdmin apresenta suporte a temas gráficos e está totalmente traduzido ao português. Duas comodidades que auxiliam a complexa tarefa de manipular grande volume de informações.

As facilidades do phpMyAdmin tornam o gerenciamento de banco de dados acessível a qualquer pessoa. Mas é preciso ter cuidado. Um mal uso da ferramenta como o phpMyAdmin pode apagar dados importantes para sempre.

Alterações

  • Versão compatível com PHP 5 e MySQL 5
phpMyAdmin

Download

phpMyAdmin 4.0.9

— Opinião usuários — sobre phpMyAdmin

  • "Muito fácil de usar "

    Esse software facilita e muito à vida dos administradores que mexer com banco de dados vale à pena a baixar. Mais.

    escrito em 26 de junho de 2011